• Urbitá

Pedal e caminhada seguem em alta na pandemia

Atualizado: Fev 15



Caminhar e pedalar ganharam importância como atividade física e para amenizar a falta de contato com a cidade. Vendas de bikes dispararam e atingiram alta de 93% em relação a 2019. A alta do dólar fez crescer a preferência por modelos nacionais, favorecendo as gigantes Caloi e Houston, que têm plantas no Pólo Industrial de Manaus e produziram 90 mil unidades apenas em setembro.

Modelos elétricos também registraram bom desempenho, caso da Vela Bikes, instalada em Diadema (SP) e Curitiba (PR). O crescimento de vendas desse tipo de bicicleta foi de 53% no ano, sinal de que pedalar se tornou uma alternativa não apenas para a prática de exercícios, mas também para vencer longas distâncias sem abrir mão do isolamento.