top of page

Zaha Hadid Architects divulga masterplan para a Odesa Expo 2030 na Ucrânia



O escritório Zaha Hadid Architects apresentou às autoridades ucranianas uma proposta de masterplan para a OdesaExpo 2030, a primeira exposição universal realizada na Europa Oriental. O projeto foi concebido visando a sustentabilidade e o legado futuro. Após o evento, os pavilhões centrais deverão ser transformados no primeiro grande centro de exposições da Ucrânia, enquanto que os pavilhões nacionais deverão ser desmontados e redistribuídos como novos edifícios cívicos pelo país. A principal característica do projeto de Zaha Hadid Architects é a abordagem sob medida para os pavilhões nacionais. A Odesa Expo 2030 oferecerá às nações participantes a escolha de um kit de peças para construir cada pavilhão. Este sistema modular oferece aos participantes muitas opções de design, que empregarão princípios práticos, criativos e amigáveis ao visitante para garantir que cada país possa reinterpretar individualmente o tema da Expo. Uma ferramenta de configuração digital ajudará os países participantes a selecionar e conectar componentes de seu pavilhão, personalizar o design da fachada e escolher entre alguns materiais pré-selecionados para diminuir a emissão de carbono.


O sistema flexível ajudará a reduzir o custo e o tempo de construção, além de minimizar a emissão de carbono, um desafio enfrentado por muitas Expos anteriores. Após o encerramento do evento, os participantes poderão optar por transportar seus módulos para seus países de origem ou doá-los para serem remontados em toda a Ucrânia e reutilizados como jardins de infância, escolas, clínicas médicas ou espaços de trabalho para indústrias criativas e digitais. Todos os componentes são projetados para caber nos barcos que transportam mercadorias no Mar Negro, Mar de Azov e Rio Dnipro.


A OdesaExpo 2030 também visa minimizar o uso de concreto usando materiais reciclados de estruturas danificadas e demolidas no sul da Ucrânia. A produção de energia renovável, como painéis fotovoltaicos e turbinas eólicas, está integrada ao design dos pavilhões. Após o encerramento do evento, o terreno ao redor do novo centro de conferências e salas de exposições, medindo 80.000 metros quadrados, será devolvido à natureza com pântanos restabelecidos integrados a um novo parque ecológico costeiro próximo ao centro da cidade.



Comments


bottom of page